domingo, 27 de abril de 2014

Homenagem ao açude dos Crescêncios

A vida foi te dada... na retirada de tuas propriedades: o barro, as plantas, os animais... mas, a vida foi te dada...para dar vida a outros seres, inclusive a mim... A vida foi te dada... para brilhar com os raios do Sol refletindo em ti e enchendo os olhos de quem te vê... A vida foi te dada ... para hoje com o descaso, a mesma vida que te foi dada, te seja retirada aos poucos para que doa mais ainda... É lentamente que tu estás morrendo... Tão lento quanto foi construído... E é lentamente que meu coração morre ao te ver morrer... Meu Açude...

Poema da professora Ana Célia Sá, apresentado no Programa Cpaco e o Debate Ambiental do dia 26 de abril de 2014

O Açude dos Crescêncios fica localizado na entrada de São Benedito, no norte da cidade, saída para Ibiapina. O assoreamento e poluição estão pondo em risco esse açude.

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Um dia a vida surgiu na terra.

Hebert de Sousa (Betinho)
“Um dia a vida surgiu na terra.
A terra tinha com a vida um cordão umbilical.
A vida e a terra.
A terra era grande e a vida pequena. Inicial.
A vida foi crescendo e a terra ficando menor, não pequena.
Cercada, a terra virou coisa de alguém, não de todos, não comum.
Virou a sorte de alguns e a desgraça de tantos.
Na história foi tema de revoltas, revoluções, transformações.
A terra e a cerca.
Muitas reformas se fizeram para dividir a terra, para
torná-la de muitos e, quem sabe, até de todas as pessoas.
Mas isso não aconteceu em todos os lugares.
A democracia esbarrou na cerca e se feriu nos seus arames farpados.
O mundo está evidentemente atrasado.
Onde se fez a reforma o progresso chegou.
Mas a verdade é que até agora a cerca venceu,
o que nasceu para todas as pessoas em poucas mãos ainda está.
No Brasil, a terra, também cercada, está no centro da história.
Os pedaços que foram democratizados custaram muito sangue, dor e sofrimento.
Virou poder de Portugal, dos coronéis, dos grandes grupos, virou privilégio, poder político, base da exclusão, força do apartheid.
Nas cidades, virou mansões e favelas.
Virou absurdo sem limites, tabu.
Mas é tanta, é tão grande, tão produtiva que a cerca treme, os limites se rompem, a história muda e ao longo do tempo o momento chega para pensar diferente:
a terra é bem planetário, não pode ser privilégio de ninguém;
é bem social, e não privado;
é patrimônio da humanidade,
e não arma do egoísmo particular de ninguém.
É para produzir, gerar alimentos, empregos, viver.
É bem de todos para todos.
Esse é o único destino possível para a terra.
Imagem e Texto: Ibase

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Qual a importância da reciclagem para o meio ambiente

Símbolo reciclagemPara que possamos entender qual a importância da reciclagem para o meio ambiente,
devemos, primeiramente, compreender alguns fatos pertinentes de nossa sociedade, tal
como o aumento populacional e o crescimento da indústria.
Via de regra, com o crescente aumento da população mundial e com o expressivo
crescimento industrial há também de se constatar um considerável aumento da quantia de
resíduos produzidos pela sociedade, sejam eles orgânicos ou inorgânicos.
Devido a essa grande quantidade de lixo gerada todos os dias em todo o mundo, a
reciclagem se torna, cada vez mais, uma atitude imprescindível para a manutenção da
saúde das pessoas e também de nosso planeta.
De maneira simples, a reciclagem pode ser entendida como o processo de
reaproveitamento pelo qual passam objetos usados, a fim de que novos produtos possam
ser confeccionados a partir deles.
Economicamente, a reciclagem é geradora de riquezas, uma vez que as empresas se
valem desse processo para redução de custos no processo produtivo, ao passo em que
contribuem para a preservação do meio ambiente.
Ao mesmo tempo, a partir da reciclagem, toda uma cadeia produtiva é fomentada, sendo
essa uma fonte de renda para muitas pessoas e famílias, tais como catadores de papel e
alumínio ou trabalhadores que desempenham diversas funções dentro de cooperativas ou
usinas de reciclagem.
Ambientalmente, os benefícios da reciclagem são muitos, a começar pela redução da
poluição do ar, das águas e do solo, ao passo em que, com a maior adesão da população
à coleta seletiva e à reciclagem, há também uma importante diminuição do volume de
resíduos despejados diariamente em ruas e terrenos, bem como em lixões, depósitos de
lixo e aterros, chegando, em localidades onde a adesão da população à coleta e à
reciclagem é grande, a não haver mais necessidade de criação ou manutenção destes.
Conheça abaixo quais são os materiais mais reciclados:
- Papel;
- Vidro;
- Plástico;
- Alumínio.
Portanto, conscientize-se: a grande maioria dos materiais que simplesmente descartamos
no lixo pode (e deve) ser reciclado. A reciclagem é peça fundamental na preservação e na
melhoria de nosso planeta!
Créditos das imagens
Destaque
Foto 1 -  Depositphotos.com
Foto 2
fonte: http://www.dinamicambiental.com.br/blog/meio-ambiente/importancia-reciclagem-meio-ambiente/